Páginas

domingo, 29 de janeiro de 2012

So Close... How Far.

All these words I don't just say...
                                               ... only feel.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Love in


Um anjo deitou-se sobre o tapete de veludo negro;
Um inebriante perfume invadiu o meu corpo insano;
Cada nota vibrante, cada toque extasiante...
                                                                        Pára!...
(esquece)
Retomemos
       ao
         nosso
            ritual,
                docemente
                         profano.



segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Olha, um bom ano!


Imagem daqui link

Sempre existiram filhos e enteados, a gata borralheira, o patinho feio. E até o irmão do filho pródigo, coitado, mais um pobre desafortunado das estórias que nos contam.

De facto, ele há quem deseje um bom-dia, um excelente ano ou, pura simplesmente, uma boa semana de trabalho. E não há mudança de século - para não falar de milénio - que não se comemore. Mas… e o mês? Bem se pode esticar ou encolher que ninguém lhe liga: não há festinha nem votos de bem-aventuranças.

Confesso que foi necessário passar algumas décadas por mim para que eu reparasse nisso. Décadas… olha, outra. Essa também é uma filha da… quela senhora que ninguém liga. Tssst. Coisas.

Yellow Mcgregor, 2Jan2012