Páginas

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Quero te amar amanhã.

                                  Imagem do filme "What Dreams May Come"

Neste quarto escuro, feita casa vazia, chamo por ti. Penso em ti.

(Estás lá tão longe…  lá no passado… bem sei).

Quero-me cruzar contigo, neste presente tão invulgar, mesmo como desconhecido, amigo, pouco importa, pouco me irá importar.

Queria unicamente beijar-te,
deixar-te um beijo feito marca sinal em ti, para que mais tarde te possa descobrir e saber que és aquela que eu irei amar:

… talvez num outro corpo…
… talvez num outro lugar…
… talvez num amanhã...
...que um dia haveremos de inventar.

Yellow McGregor Jan2014

domingo, 26 de janeiro de 2014

Auto-retrato


Em resposta a um desafio para falar sobre nós, lembrei-me do auto-retrato de Bocage: "Porque não adaptá-lo?"
Assim foi:


Olhos amêndoa, meão de estatura,
De Clooney, tão só o cabelo grisalho,
Introvertido, tímido e real pisciano,
Isto se da memória não me falho. 

Ombro amigo, bom ouvinte, leal,
Confidente, sim, nunca confessor;
Porque nesta ínfima vida terrena,
Serei tanto santo, como pecador.

Senão apaixonante, apaixonado;
Que da palavra, o silêncio apraz
E se embala no mais doce cântico.

Poeta-pouco, louco e bom rapaz:
Eis(-me) aqui, o último romântico,
Que do amor é crente e devotado!

Yellow Mcgregor, Nov2013

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Primavera


                                       Imagem de autor desconhecido, retirada da net.

A pequena rã perguntou: "Pai, o que faz aquele par ali sentado?"
O pai olhou, sorriu e respondeu: "Completam-se!"


domingo, 12 de janeiro de 2014

Meus olhos


O que dizem os meus olhos?
Que, mesmo triste, guardo em mim aquele sorriso de criança.


quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

I Don't Want To Talk About It



Puxei a manga e segurei-a com a mão, cravando nela a ponta dos dedos. Depois de bafejar, comecei então a puxar o lustro, esfregando com vigor, em movimentos circulatórios.

Não resultou.

Tentei, depois, polir, afagar, aplainar mas nada resultou.

O coração continua riscado, cheio de cicatrizes. 


terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Noites de Pompeia



    Antes de chegados "Os Últimos Dias de Pompeia", viveram-se noites de Amor e de Sedução...

Beijo-te…
   Quero-te…
      Sentir-te…
         Tomei-te…
             Tocar-te…
                Explorar-te…
                    Entregar-me …
                         Libertar-te…


e assim recordo aquelas que foram as loucas “Noites de Pompeia


segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Como vai você?




Eu… vou bem…
Obrigado por perguntar…
Mesmo quando anoitece
Consigo me suportar
Porque ninguém está só
Quando se tem alguém para recordar.
O tempo vai passando, bem sei,
Marcando a larga distância,
Entre nós dois,
Talvez,
Para nunca haver um depois.

Mas

Eu…
Queria poder sonhar agora,
Aprisionar a noite numa hora,
Sem nunca mais acordar…

Eu,
Queria poder sonhar agora.
Partir contigo pelo mundo fora
Sem nunca mais (querer) voltar.


Eu e você.

Yellow McGregor 6Janeiro2014